Você já ouviu falar em SD-WAN?

Segurança e agilidade são pontos fortes do sistema

Se você visse a palavra SD WAN na sua frente, o que você pensaria? A maioria das pessoas responderia essa pergunta com uma outra interrogação na cabeça. Mas, na verdade, esse termo facilita a sua vida. Principalmente se você tem uma empresa para gerenciar.

A busca por tecnologias que trazem mais performance e redução de custos vem se tornando uma necessidade cada vez maior do mercado de TI. E as empresas que não conseguirem se adaptar a essa nova realidade ficarão ultrapassadas. Diante do uso de ferramentas, aplicativos e sistemas, é preciso assegurar a disponibilidade e rapidez dos dados. É aí onde reside a importância das redes SD WAN. 

O que é SD-WAN?

Nos últimos anos, as empresas mudaram seu foco para a adoção de SaaS (uma forma de distribuição e comercialização de software) e aplicativos de infraestrutura. Contudo, chegou uma hora em que os departamentos de TI perceberam que a experiência do usuário não era a ideal.

Isso está ligado ao fato de que eles eram abastecidos pela WAN, que é uma rede de longa distância feita para cobrir uma área maior com a conexão de Internet. E ela não foi projetada para a era da nuvem. O crescimento no tráfego criou problemas que não podiam ser tratados pela configuração tradicional. A vulnerabilidade de dados, complexidade de gerenciamento e a imprevisibilidade do desempenho foram fatores que geraram dificuldades.

Nesse contexto surge a SD-WAN, que permite que empresas e grandes corporações utilizem combinação de serviços de transporte de dados que precisam, para conectar usuários a aplicativos de maneira segura e rápida. Isso possibilita a comunicação entre diferentes pontos, utilizando-se do software para determinar a melhor forma de disponibilizar os recursos de rede e criar links seguros entre endpoints, redes corporativas, servidores e datacenters. 

E por que devo adotar?

Segundo pesquisa da Global Market Insights, o mercado mundial de SD-WAN deve ter um crescimento de 60% até 2026, chegando a uma projeção de valor de mercado superior a US$ 30 bilhões. Essa tecnologia traz a solução para dois grandes desafios que os departamentos de TI buscam superar há anos: redução de custos e identificação da rota mais eficaz para o tráfego de aplicativos passando de filiais para sede, nuvem e Internet. Além disso, as equipes de tecnologia da informação podem programar dispositivos de borda de rede remotamente, usando provisionamento de baixo toque ou zero-touch.

Com a SD-WAN, você garante a alta disponibilidade para seu negócio, tráfego de rede com roteamento dinâmico, melhores custos operacionais, tráfego seguro no ambiente da internet de banda larga e na nuvem

Exemplos de boas práticas 

As empresas de varejo são um exemplo disso. Elas possuem filiais ou escritórios remotos e precisam de redes altamente seguras, com suporte, que ajudem a garantir a proteção dos dados que estão transferindo. Outro setor que se beneficia é o da educação, que utiliza dispositivos pessoais e avaliações on-line para atender às necessidades dos alunos. O sistema  também ajuda as escolas a identificarem a origem dos diferentes tipos de tráfego, como alunos, professores, administradores e convidados, e ajusta a escala de acordo com as necessidades. 

Wan x SD-Wan

Na rede Wan, as mudanças de configuração levam tempo e requerem trabalho manual, que pode estar propenso a erros. Ela requer que os dispositivos de ponta sejam configurados um por um, não permite a aplicação geral de políticas, é limitada a uma opção de conectividade e depende de VPNs, que funcionam bem com um único backbone IP, mas não podem coexistir com cargas de trabalho de alto rendimento, como voz e vídeo. 

Já com a SD-Wan, as mudanças de configuração acontecem em tempo real, são automatizadas, pode fazer uso otimizado de várias opções de conectividade e é capaz de direcionar o tráfego para diferentes tipos de aplicativos, conservando a largura de banda para os apps que mais precisam.

E depois desse compilado de informações, fica cada vez mais visível um ponto importante: é possível aliar a tecnologia ao crescimento do seu negócio. 

0 Comments