Uso de drones em atividades agropecuárias simplifica procedimentos na lavouras

O Ministério da Agricultura regulamentou na última semana o uso de drones em atividades agropecuárias. O objetivo é simplificar os procedimentos legais nas lavouras.

Além do registro no Mapa, que será feito de forma automatizada via Sipeagro, os operadores necessitarão possuir profissional qualificado com curso específico, designado como aplicador aeroagrícola remoto, e, em determinados casos, necessitarão também de responsável técnico, engenheiro agrônomo ou engenheiro florestal, para coordenar as atividades.

Já com relação as aeronaves, estas deverão estar devidamente regularizadas junto a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Fonte: Canal Rural

0 Comments