Interjato Soluções

Câmera térmica monitora temperatura e aponta uso incorreto de máscara

Foto: Reprodução

Do segmento do agronegócio, o Moinho Globo, de Sertanópolis, está entre as primeiras empresas do Paraná a utilizar câmeras térmicas para verificação da temperatura corporal dos colaboradores e também o uso correto das máscaras.

O equipamento foi instalado para um período de testes e a partir do final do mês de setembro passou a ser oficialmente empregado, monitorando todos os que passam pelas catracas de acesso à indústria.

Seu uso substitui com sucesso o controle que desde o início da pandemia era feito manualmente e exigia a presença de um funcionário com um termômetro de aproximação que anotava a temperatura de cada colaborador. Isso era feito inclusive nos turnos da madrugada.

Agora, com a nova tecnologia, o controle é automatizado. Os 230 colaboradores foram cadastrados e a câmera identifica um a um, em todos os seus acessos, por meio de reconhecimento facial. Caso ao passar pela câmera o funcionário esteja com a temperatura corporal acima de 37,5º ou ainda com a máscara posicionada incorretamente, uma mensagem sonora será emitida de imediato alertando para providências.

O sistema é interligado ao setor de Recursos Humanos, que acompanhará os alertas e tomará as medidas necessárias, seja de reforço da orientação do uso da máscara ou de encaminhamento médico no caso de temperatura acima de 37,5º.

A vice-presidente do Moinho Globo, Paloma Venturelli, elogia a conduta dos colaboradores desde o início da pandemia e frisa que a equipe sempre se mostrou muito consciente sobre as medidas de prevenção. Ela acredita que o controle ainda mais rígido pelo reconhecimento facial e os relatórios precisos gerados pela nova tecnologia adotada são aliados para que todos sigam atentos.

“Implementamos uma série de medidas priorizando a saúde de nossos colaboradores e seus familiares e a segurança de nossos clientes. Temos sido muito bem-sucedidos graças a uma postura preventiva, vigilante e atendendo todos os protocolos estabelecidos”, assegura a vice-presidente.

Fonte: Conexão Agro

0 Comments